CredEx ViagensCredEx Viagens
Forgot password?

Travel Guide To Paris

  • País: França
  • Cidade: Paris
  • 105.4 km²
  • Horário local: seg. 12:19
  • Idioma: francês
  • 2.211 milhão
  • Sempre gostei da minha estadia no hilton and resorts serviço de quarto e quartos de primeira classe tem excelentes vistas externas e avaliação de luxo. Obrigado pela experiencia.

    author-image
    Jessica Brown
  • Sempre gostei da minha estadia no hilton and resorts serviço de quarto e quartos de primeira classe tem excelentes vistas externas e avaliação de luxo. Obrigado pela experiência.

    author-image
    Lisa Kimberly
  • Sempre gostei da minha estadia no hilton and resorts serviço de quarto e quartos de primeira classe tem excelentes vistas externas e avaliação de luxo. Obrigado pela experiência.

    author-image
    Simon

Informações gerais de paris

Paris é a capital e a mais populosa cidade da França, com uma população estimada em 2020 de 2 148 271 habitantes em uma área de 105 quilômetros quadrados. Desde o século XVII, Paris é um dos principais centros de finanças, diplomacia, comércio, moda, ciência e artes da Europa. A cidade de Paris é o centro e sede de governo da região administrativa de Ilha de França, que tem uma população estimada em 2020 de 12 278 210 habitantes, ou cerca de 18% da população da França. Em 2017, a região de Paris teve um PIB de 709 bilhões de euros. De acordo com a Pesquisa de Custo de Vida da Economist Intelligence Unit em 2018, Paris era a segunda cidade mais cara do mundo, atrás apenas da Singapura e à frente de Zurique, Hong Kong, Oslo e Genebra. Abrangendo numerosos monumentos e por conta de seu considerável papel político e econômico, Paris é também uma importante cidade na história do mundo. Sua posição numa encruzilhada entre os itinerários comerciais terrestres e fluviais no coração de uma rica região agrícola a tornou uma das principais cidades francesas ao longo do século X, beneficiada com palácios reais, ricas abadias e uma catedral. Ao longo do século XII, se tornou um dos primeiros focos europeus do ensino e da arte. A importância econômica e política de Paris foi reforçada quando os Reis de França e a corte fixaram-se na cidade. Assim, Paris se converteu em uma das mais importantes cidades de todo o mundo ocidental, na capital da maior potência política europeia (século XVII), no centro cultural da Europa (século XVIII) e na capital da arte e do lazer (século XIX). Paris é a capital econômica e comercial da França, onde os negócios da Bolsa e das finanças se concentram. A densidade da sua rede ferroviária, rodoviária e da sua estrutura aeroportuária — um hub da rede aérea francesa e europeia — fazem-na um ponto de convergência para os transportes internacionais. A cidade abriga dois aeroportos internacionais: o Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle, o segundo aeroporto mais movimentado da Europa, e o Aeroporto de Paris-Orly. Inaugurado em 1900, o metrô da cidade, o Metropolitano de Paris, atende 5,23 milhões de passageiros diariamente; é o segundo sistema de metrô mais movimentado da Europa, superado pelo metrô de Moscou. A Gare du Nord é a 24ª estação ferroviária mais movimentada do mundo, porém a primeira localizada fora do Japão, com 262 milhões de passageiros em 2015. Em 2018, Paris recebeu 16,8 milhões de turistas, sendo a oitava cidade mais visitada do mundo naquele ano, assim como a segunda cidade da Europa, depois de Londres. O clube de futebol Paris Saint-Germain e o clube de rugby Stade Français estão sediados em Paris. O Stade de France, com 81 mil lugares, construído para a Copa do Mundo FIFA de 1998, está localizado ao norte da cidade, na comuna vizinha de Saint-Denis. Paris organiza anualmente o torneio Grand Slam de tênis. Sediou os Jogos Olímpicos de Verão de 1900 e 1924, devendo sediar o de 2024. Paris também foi a cidade-sede das Copas do Mundo FIFA de 1938 e 1998, a Copa do Mundo de Rugby Union de 2007 e o Campeonato Europeu de Futebol de 1960, 1984 e 2016. A competição de ciclismo de estrada Tour de France finaliza-se em Paris em todo mês de julho.

Sobre o jogo de basquete

O basquetebol ou bola ao cesto é um jogo desportivo coletivo inventado em 1891 pelo professor de Educação Física canadense James Naismit, na Associação Cristã de Rapazes de Springfield, Massachusetts, Estados Unidos. É disputado por duas equipes de 12 jogadores (5 em campo e 7 suplentes) que têm como objetivo passar a bola por dentro de um cesto e evitar que a bola entre no seu cesto colocado nas extremidades da quadra, seja num ginásio ou ao ar livre. Os aros que formam os cestos são colocados a uma altura de 3 metros e 5 centímetros. Os jogadores podem caminhar no campo desde que driblem (batam a bola contra o chão) a cada passo dado. Também é possível executar um passe, ou seja, passar a bola em direção a um companheiro de equipe. O basquetebol é um desporto olímpico desde os Jogos Olímpicos de Verão de 1936 em Berlim. O nome vem do inglês basketball, que significa literalmente "bola no cesto".[1] É um dos esportes mais populares do mundo.[2] Em Dezembro de 1891, o professor de educação física canadense James Naismit, do Springfield College (então denominada Associação Cristã de Rapazes), em Massachusetts, Estados Unidos, recebeu uma tarefa de seu diretor: criar um desporto que os alunos pudessem praticar em um local fechado, pois o inverno costumava ser muito rigoroso, o que impedia a prática do Beisebol e do Futebol Americano. James Naismith logo descartou um jogo que utilizasse os pés ou com muito contato físico, pois poderiam se tornar muito violentos devido às características de um ginásio, local fechado e com piso de madeira. Logo escreveu as treze regras básicas do jogo e pendurou um cesto de pêssegos a uma altura que julgou adequada: 10 pés, equivalente a 3,05 metros, altura que se mantém até hoje; já a quadra possuía, aproximadamente, metade do tamanho da atual. Em contrastes com as redes de basquete moderno, em cesta de pêssegos manteve a sua parte inferior, e as bolas tinham que ser retiradas manualmente após cada "cesto" ou ponto marcado, o que provou ser ineficaz. Dessa forma, um buraco foi perfurado no fundo da cesta, permitindo que as bolas fossem retiradas a cada vez com uma longa vara. Os cestos de pêssegos foram utilizados até 1906, quando foram finalmente substituídos por aros de metal com tabela. Uma outra alteração foi feita logo cedo, de forma que a bola apenas passasse pela cesta, abrindo caminho para o jogo que conhecemos hoje. Uma bola de futebol foi usada para acertar as cestas. Sempre que uma pessoa arremessava uma bola na cesta, a sua equipe ganharia um ponto. A equipe com o maior número de pontos ganhava o jogo. As cestas foram originalmente pregadas ao balcão do mezanino da quadra de jogo, mas isto se provou impraticável quando os espectadores no balcão começaram a interferir nos arremessos. A tabela foi introduzida para evitar essa interferência, que teve o efeito adicional de permitir rebotes. Esse desporto chama-se "basquetebol".

Cultura e História de Paris

A história da França tem suas raízes no período Paleolítico, ainda na Pré-história. As culturas mais antigas são as do paleolítico (50 000-8 000 a.C.), que deixaram rica herança artística de pinturas rupestres, como as de Lascaux. Os gregos, no século VII a.C., estabeleceram uma colônia em Marselha e negociaram com o interior através do vale do Ródano. No século V a.C. a cultura de La Tène se estendeu do leste da Gália a todo o resto do mundo celta.[1] As fronteiras da França moderna são muito semelhantes às fronteiras da antiga Gália, território habitado pelos gauleses, de origem celta. A Gália foi conquistada pelos romanos no século I a.C., e os gauleses acabaram por adoptar a cultura e a língua latina. Em 121 a.C., os romanos ocuparam Marselha, a que chamaram Massília, e fundaram outros assentamentos no interior, que constituíram a base territorial da província romana da Gália Narbonense. Júlio César conquistou o resto da Gália entre 58 e 51 a.C., consolidando o poder romano. Território francês de 985 a 1947. Em verde ganhos de territórios e em vermelho perdas Apesar de a monarquia francesa ser muitas vezes datada do século V, a existência da França como país costuma ser fixada no século IX com o Tratado de Verdun, que definiu a partilha do Império Franco de Carlos Magno nas porções ocidental, central e oriental (a central foi absorvida pelas outras duas). A parte oriental pode ser considerada a origem histórica da Alemanha; já a parte ocidental formou o país que viria a ser conhecido como França.
imageframe-image

Cultura

A cultura da França tem sido modelada por aspectos geográficos, eventos históricos e influência de grupos internos. O país, e sobretudo Paris, a capital, tem desempenhado um importante papel como espelho cultural da Europa (desde o século XVII) e do mundo (desde o século XIX). Desde o início do século XIX, a França também é um país exportador de cinema, moda, culinária e arte, tendo influenciado grandemente o Ocidente também nos campos da política e economia. A cultura francesa, atualmente, é marcada por grandes diferenças socioeconômicas e regionais e por fortes tendências unionistas. Estima-se que os franceses gastem em média 1.075 euros em suas atividades culturais. Segundo a mesma fonte, as atividades culturais mais procuradas pelos franceses são: cinema (50%), visitação de museus e monumentos (35%), visitas às exposições (25%), espetáculos amadores (20%), teatro (16%), circo (13%), parques temáticos (11%), espetáculos de Rock, de Jazz ou de Música clássica (9%) e Ópera (3%).
 
imageframe-image
imageframe-image
 

Paris Vida notrna

Assim como as opções de lazer e diversão à luz do dia, são inúmeras as opções em Paris destinadas àqueles que gostam de curtir um bom programa noturno. Alguns bairros parisienses, como o Montmartree, onde está localizado o cabaré Moulin Rouge, um dos símbolos da boemia da capital francesa , são repletos de bares, pubs e sex shops, todos situados no boulevard de Clichy. Esse é um bairro que vale a pena ser explorado a pé; para isso, desça no metrô Pigalle. A região próxima à Praça da Bastilha (Place de la Bastille) também é um refúgio ideal para aqueles que curtem as baladas noturnas. As ruas de Lappe, Amelot, de la Roquette e Charonne, por exemplo, são extremamente vibrantes e abrigam boas opções de bares.

Bares populares em Paris

L’Open Café
17, Rue des Archives - 75004 Paris Tel. : +33 (0) 1 42 72 26 18
Bliss Kfé
30, Rue du Roi de Sicile - 75004 Paris Tel. : +33 (0) 1 42 78 49 36
L’Oiseau bariolé
16, Rue Sainte Croix Bretonnerie - 75004 Paris Tel. : +33 (0) 6 10 38 46 51
Le Cox
15, Rue des Archives - 75004 Paris Tel. : +33 (0) 1 42 72 26 18

Clubes famosos em Paris

Six-Seven
65-67, Rue Pierre Charron - 75008 Paris Tel. : +33 (0) 1 58 56 20 50
VIP room
76, Avenue des Champs-Elysées - 75008 Paris Tel. : +33 (0) 1 56 69 16 66
Le Baron
6, Avenue Marceau - 75008 Paris Tel. : +33 (0) 1 47 20 04 01
Le Latina Café
114, Avenue des Champs Elysées- 75008 Paris Tel. : +33 (0) 1 42 89 98 89

Sort results by:

10% Discount

Hilton Hotel
Albufeira Canada

0 reviews

Vivencie as melhores aventuras da sua vida com a sua família. mas não deixe de lado a melhor comodidade.

avg/night0.00 SELECT
9% Discount

Hilton Molino Stucky
Albufeira Canada

0 reviews

Vivencie as melhores aventuras as sua vida com a sua família. mas não deixe de lado a melhor comodidade.

avg/night0.00 SELECT

Hôtel Alpina
Albufeira Canada

0 reviews

Vivencie as melhores aventuras da sua vida com a sua família. mas não deixe de lado a melhor comodidade.

avg/night0.00 SELECT

Hotel Colombina
Albufeira Canada

0 reviews

Vivencie as melhores aventuras da sua vida com sua família. mas não deixe de lado a melhor comodidade.

avg/night0.00 SELECT
10% Discount

Nunc cursus libero purus ac congue arcu cursus ut sed vitae pulvinar massa idporta nequetiam.

avg/night0.00 SELECT

Sort results by:

per person0.00
  • Night Street Life in Downtown
  • City Tour In 3 Hours
  • Enjoy World Famous Restaurant
  • Wine Tester Trips
per person0.00
  • City Tour In 3 Hours
  • Night Street Life in Downtown
  • Enjoy World Famous Restaurant
  • Wine Tester Trips
10% Discount
per person0.00
  • City Tour In 3 Hours
  • Enjoy World Famous Restaurant
  • Wine Tester Trips
  • Night Street Life in Downtown